quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Marceneiro é preso acusado de assassinar três mulheres

Imagem ilustrativo

O marceneiro Sílvio Francisco de Carvalho, 40 anos, foi preso anteontem acusado de matar três mulheres, entre elas sua ex-namorada, a balconista Jacqueline Batista de Oliveira, 26 anos.

Ela teve o corpo esquartejado e enterrado no quintal da casa onde ele morava, na Freguesia do Ó (zona norte), em setembro, segundo a polícia.

Ele confessou as três mortes, de acordo com a polícia.

Carvalho contou, em depoimento, ter matado a aposentada Maria Regina Bio dos Santos, 62 anos, no dia 10 deste mês, em Ribeirão Pires (ABC).

Ela foi encontrada esganada em seu apartamento. Celulares, um tablet e dinheiro da vítima foram levados.

De acordo com a polícia, a aposentada havia conhecido Carvalho pela internet.

Contra ele, havia dois mandados de prisão. Eles se referem a dois estupros ocorridos perto do cemitério municipal do Jardim São Luís (zona sul), em março de 2013. Uma dessas vítimas foi morta por ele, ainda de acordo com a polícia.

Resposta

O marceneiro Sílvio de Carvalho não tinha advogado ontem. Em seu depoimento à polícia, ele confessou todos os crimes.

Ele disse que matou Jacqueline por ela não aceitar reatar o namoro.

"Ela ficava falando que eu não iria mais arranjar uma mulher como ela. E eu fiquei irritado", disse, em vídeo gravado pela polícia.

No depoimento, ele afirma ainda que, após matá-la, ele vendeu o celular dela por R$ 70 e comprou crack com o dinheiro.

Sobre Maria Regina, ele confirmou que a conheceu pela internet e tinha como objetivo apenas a roubá-la.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens