quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Deputado que gastou R$ 700 mil na campanha diz estar endividado até 2018

O deputado federal Beto Faro (PT-PA). Foto: Divulgação
O deputado federal Beto Faro (PT-PA). Foto: Divulgação

Para quitar as dívidas de mais de R$ 700 mil investidos em sua reeleição a deputado federal, o paraense Beto Faro (PT) teve de fazer um empréstimo bancário que vai até o final de seu próximo mandato.

Mais votado entre os candidatos petistas do Pará, Beto diz ter gastado até o que não tinha na expectativa de também eleger o aliado peemedebista e candidato a governador, Helder Barbalho, filho do senador Jader Barbalho.

“Joguei todas as minhas fichas! Tinha município que se não fosse pela nossa campanha, não iria ter nada do Helder e da Dilma”, diz o deputado. “Só eu e minha esposa sabemos o tamanho do buraco”, brinca o petista, bem humorado.

Beto explica que também investiu na campanha do presidente estadual do PT, Milton Zimmer, na tentativa de aumentar a bancada de petistas paraenses na Câmara. O resultado foi frustrante: não apenas a bancada encolheu, com a derrota de Cláudio Puty, como Zimmer teve de se contentar com o posto de 14º suplente.


Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens