segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Pressão de Edmar Cutrim em prefeitos pode anular votos em Flávio Dino e Glaubert Cutrim

Áudio divulgado pelo candidato Lobão Filho revela uma conversa entre o presidente do TCE/MA e dois deputados comunistas que pode comprometer a eleição

O candidato Flávio Dino, em carreata lotada de políticos que até ontem eram sarneyzistas. Foto: Divulgação / PCdoB


A formação de todo tipo de aliança feita pelo candidato ao Governo do Maranhão pela coligação ‘Todos Pelo Maranhão’, Flávio Dino (PCdoB), que carrega para as urnas praticamente todos os co-autores dos quase 50 anos de domínio do Clã Sarney no estado, pode levar o comunista a ter o mesmo fim que o ex-governador Jackson Lago, que levou a eleição, mas perdeu o mandato na Justiça Eleitoral.

Na tarde dessa quinta-feira (2), o adversário de Dino na corrida pelo comando do Palácio dos Leões, Edison Lobão Filho, o Edinho (PMDB), divulgou um grave áudio em que o conselheiro-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão, Edmar Serra Cutrim, é flagrado em uma conversa com os deputados Raimundo Cutrim e Rubens Pereira Júnior – ambos do PCdoB – explicando como faz para pressionar prefeitos e pedir votos para seus candidatos. O áudio teria sido gravado na tarde dessa quarta-feira (1º), no momento em que o filho do presidente do TCE/MA e prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PMDB), declarava oficialmente o apoio à Flávio Dino após ser ‘liberado’ – com mais outros 20 prefeitos – pelo pai. Além de Gil, o outro filho de Edmar, Glaubert Cutrim, também declarou apoio ao candidato do PCdoB.

A gravação, segundo Lobão Filho, teria sido feita pela governadora Roseana Sarney por meio de um telefone celular. Ao tentar contato com Edmar Cutrim para cobrar explicação da traição da família ao Clã, o presidente do TCE/MA teria atendido a ligação sem perceber. Ao ouvir que Edmar falava assuntos que comprometem seriamente o processo eleitoral no Maranhão, Roseana decidiu, então, gravar a conversa.

Caso a Justiça Eleitoral aceite a denúncia que o presidente do TCE/MA usou o órgão que fiscaliza e controla as contas das prefeituras para manipular votos no processo eleitoral deste ano – nos bastidores, comenta-se que Edmar sempre tenha feito isso, os votos em Flávio Dino e em Glaubert Cutrim podem ser anulados, repetindo o que ocorreu em 2009, quando Roseana Sarney assumiu o Governo do Maranhão no lugar de Jackson Lago. Se as urnas confirmarem todas as pesquisas de intenção de votos, quem assumiria o governo estadual seria o senador Lobão Filho.

No caso do filho do presidente do TCE/MA, houve denúncias na Assembleia Legislativa de que Edmar Cutrim estaria pressionando o prefeito de Codó, Zito Rolim, a votar em Glaubert ou ter suas contas rejeitadas e ter um pedido de cassação de mandato aceito pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, onde mantém um sobrinho, o desembargador Froz Sobrinho, na presidência.

O ATUAL7 tentou contato com Edmar Cutrim, Rubens Pereira Júnior e Raimundo Cutrim para comentar sobre a conversa revelada pelo áudio, mas, até a publicação desta matéria, não obteve êxito. A assessoria do candidato Flávio Dino informou que a coligação deve se manifestar, em nota, ainda nesta quinta, embora o candidato não tenha sido citado [diretamente] nas gravações.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens