quarta-feira, 6 de maio de 2015

BH tem novo 'panelaço' durante propaganda partidária do PT

imagem ilustrativa

O horário gratuito de propaganda partidária do PT, exibido na noite desta terça-feira, provocou novo panelaço em alguns bairros de Belo Horizonte. Os moradores foram para as janelas e varandas dos prédios para protestar. O ato durou todo o período de exibição da peça em cadeia de TV e em alguns locais até mesmo após o fim do programa. As principais manifestações ocorreram nos bairros Santa Lúcia, São Bento, Santo Antônio, Mangabeiras, Anchieta e Sion, localizados na Região Centro-Sul da capital. Alguns motoristas também buzinaram pelas ruas desses bairros enquanto as lideranças petistas falava

Protestos ainda foram registrados nos bairros Castelo, na Região da Pampulha; Buritis, Nova Granada e Prado, na Região Oeste; e Coração Eucarístico, na Noroeste. Manifestações, mesmo que em menor intensidade, também foram feitas em bairros de outras regiões. 

O protesto começou tímido, mas foi aumentando à medida que as lideranças do partido iam aparecendo no vídeo. Quando o ex-presidente Lula apareceu no vídeo, a intensidade com que as panelas eram batidas aumentou. A ação foi seguida também por gritos de “fora PT”. 

No programa, apareceram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente do partido, Rui Falcão. Como previsto, não houve participação da presidente Dilma Rousseff - ela apareceu brevemente nas imagens, sem identificação. Lula se posicionou contra a terceirização, enquanto Falcão anunciou que o partido vai expulsar militantes que forem condenados por "malfeitos". O programa também se dedicou a falar do ajuste econômico promovido pelo governo, comparando com crises passadas por quais passou o país.

O programa iniciou com faixas e cartazes com bandeiras históricas da legenda, como a luta contra a fome e por mais justiça social e seguiu com uma imagem ensolarada, ressaltando em texto que o país se tornou mais desenvolvido, mais justo e com mais oportunidades e direitos durante a gestão petista.

Pouco depois, o destaque foram as pautas de esquerda, contra a redução da maioridade penal e a favor da igualdade de gêneros - um recado claro contra os posicionamentos recentes do Congresso considerados conservadores -, contra a terceirização e a favor de direitos trabalhistas.

O ato desta noite foi incentivado por lideranças tucanas. O presidente estadual do PSDB de Minas Gerais, Marcus Pestana, um dos principais aliados do senador Aécio Neves, postou mensagens nas redes sociais convocando um panelaço durante o programa dos adversários.  (Com Agência Estado) Via em.com.br

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens