terça-feira, 12 de maio de 2015

''O dinheiro chegou ao Maranhão. Foram R$ 3 milhões'', diz Youssef

youssef1
Youssef foi preso em março do ano passado na capital maranhense

Em depoimento prestado ontem à CPI da Petrobras o doleiro Alberto Youssef confirmou ter repassado propinas oriundas do esquema de precatórios à então governadora do Maranhão, Roseana Sarney. Ao responder a deputada Eliziane Gama (PPS-MA), Youssef afirmou que os recursos foram entregues ao então chefe da Casa Civil do Estado, João Abreu. “O dinheiro chegou ao Maranhão. Foram R$ 3 milhões. Deste total, cerca de R$ 1,4 milhão foram entregues por mim”, disse o depoente.

Youssef, considerado um dos líderes do esquema bilionário de corrupção na Petrobras, foi preso em março do ano passado na capital maranhense, em meio às investigações da Operação Lava Jato da Polícia Federal, que desvios envolvendo contratos da estatal. Segundo o doleiro relatou à época, ele tinha feito a entrega do dinheiro momentos antes da prisão. Youssef disse que não conheceu Roseana pessoalmente.

Em delação em março deste ano, o ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, disse ter se reunido pessoalmente com Roseana para tratar de propina. Segundo o ex-diretor, o senador Edison Lobão (PMDB), ex-ministro de Minas e Energia, foi quem solicitou R$ 2 milhões, destinados à campanha de Roseana ao governo do Estado em 2010. O valor, afirmou Costa à época, foi pago em espécie via Youssef. A defesa da ex-governadora nega o envolvimento dela com o esquema.



Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens