quarta-feira, 6 de maio de 2015

Porteiro de loja mata cliente com quatro tiros, diz polícia

Obra de corredor tem trechos parados


O vendedor José Gabriel Souza de Oliveira, 19 anos, morreu após ser baleado quatro vezes nas costas durante uma discussão com um porteiro anteontem, em um shopping de Embu das Artes (Grande SP), segundo a polícia.

Dois primos da vítima também foram atingidos por disparos. Um deles continua internado em estado grave.

A confusão no shopping começou por volta das 17h.

Oliveira comprou presente para a mãe e foi informado de que não poderia pagar os R$ 12 de estacionamento com cartão de banco.

Segundo a polícia, o jovem foi até o carro, onde estava um amigo da família, um adolescente de 16 anos.

Ao retornar à loja, Oliveira teve a primeira discussão com o porteiro Fernando Pereira, 36 anos, que impediu a entrada no local alegando que já estava fechado.


Resposta


Os advogados da loja onde ocorreu o crime informaram que o porteiro Fernando Pereira, 36 anos, era contratado de uma empresa terceirizada apenas para fazer o serviço de portaria no local.

Os defensores da loja afirmam que o porteiro não tinha autorização para portar arma.

A empresa terceirizada para a qual trabalhava Pereira não foi encontrada para comentar o caso até a conclusão desta edição.

Alegando luto, a rede de lojas não abriu ontem e se colocou à disposição da família do vendedor José Gabriel Souza de Oliveira, 19 anos.

A reportagem do Agora não conseguiu localizar os advogados ou familiares de Pereira, que seguia foragido até a conclusão desta edição.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens