domingo, 28 de junho de 2015

Pai que matou a chineladas filha que chorava é condenado a 29 anos de prisão



O jovem de 21 anos acusado de matar a filha a chineladas foi condenado a 29 anos e quatro meses de prisão em Montes Claros, no norte de Minas. Maicon Douglas Duarte Gomes, que estava preso desde 2013, recebeu a sentença por homicídio qualificado na última terça-feira (23).

Sophia Gabrielly Santos de Jesus tinha um ano e nove meses e foi morta no dia 28 de maio de 2013. 

Ela brincava quando foi repreendida pelo pai e começou a chorar. Irritado, Maicon Duarte começou a bater na criança com um chinelo. Com a violência dos golpes, Sophia sofreu fratura nas costelas e traumatismo craniano e foi levada em estado grave para o hospital. 

Durante o atendimento, os pais da menina disseram que ela tinha caído da cama, mas a médica desconfiou da versão, já que as lesões não eram compatíveis com queda. A Polícia Civil foi acionada e, a partir dos laudos, atestou a agressão. A menina também já teria sido agredida pela mãe. 

Duarte, que é usuário de drogas e já foi preso por porte ilegal de arma de fogo, ainda é suspeito de participação em outro homicídio na cidade. Ele nega o crime.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens