sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Empresários presos por furto de energia pagam fiança e são liberados

Operação 'Energia Limpa' contou com trabalho de um perito de Belém (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


Três empresários que foram presos em flagrante na quinta-feira (28), por furto de energia elétrica em Santarém, oeste do Pará, pagaram fiança e vão responder ao processo em liberdade. A informação foi confirmada ao G1 pelo delegado de Polícia Civil, José Kleidson Castro.

Segundo Castro, dois são donos de olaria e um é proprietário de uma empresa de reciclagem. Dois deles pagaram 2 salários mínimos e um pagou 3 salários. “Na olaria do bairro Nova República foi alteração no contador, tava contando só 70% da energia. De cada 100 quilowatts-hora (kWh) ele só pagava 70. Tava havendo uma perda de energia. Os outros dois eram ligação clandestina direto nos na rede elétrica”, informou o delegado.

As prisões ocorreram durante a operação “Energia Limpa” da Polícia Civil em parceria com a concessionária de energia Celpa Equatorial. A Ação contou com um perito criminal de Belém, que é especialista em furto de energia elétrica.

Após concluído, o inquérito será encaminhado ao Ministério Público, que vai oferecer a denúncia a justiça. Os três empresários poderão ser condenados por furto de energia elétrica e pegar pena de 1 a 4 anos.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens