quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Pastor fala das ameaças que sofreu por ser ex-travesti

Pastor fala das ameaças que sofreu por ser ex-travesti


Em entrevista ao G1 o pastor Joide Miranda revelou que já foi ameaçado pelas redes sociais por ativistas do movimento gay. O pastor é ex-travesti e não nega apoio espiritual aos homossexuais que o procuram desejando deixar a prática.

Entre as mensagens recebidas, a ameaça dizia que o religioso estava com os dias contados. “A mensagem dizia que meus dias estavam contados e que eu seria destruído”, relatou Miranda.

Mas esta não foi a única vez que ele foi alvo de perseguição, em outro tempo dois homens chegaram a persegui-lo nas igrejas durante as pregações, fora as mensagens que ele recebe pelas redes sociais e que são guardadas caso seja necessário registrar um boletim de ocorrência.

Para Joide Miranda as mensagens não parte dos homossexuais, mas sim dos ativistas. “Os homossexuais são pessoas maravilhosas, profissionais excelentes e não gostam de parada gay e exposição. Os ativistas gays é que agridem e nos chamam de homofóbicos e fundamentalistas”, declarou.

Quanto a essas acusações, o pastor deixa claro que seu discurso não discrimina homossexuais e nem mesmo travestis. “Não maltrato ninguém. O meu discurso é para mostrar que os homossexuais são pessoas iguais a todas as outras”.

A única diferença é que ele e sua esposa, Édna Miranda, não dão as costas quando são procurados por quem quer deixar a prática. “Se eles quiserem sair dessa vida, mostramos que tem uma luz. Porém, que não quiser não podemos fazer nada”, explicou o pastor que já lançou um livro contando sua conversão.

E não são poucos os que procuram o casal pedindo ajuda. “Existe uma multidão, mas elas não são mostradas”, disse Édna ao afirmar que pela quantidade muitos acabam não sendo atendidos pelo casal.

Até pessoas de outros países procuram Joide Miranda e sua esposa querendo se tornar heterossexuais. Até mães que não aceitam o comportamento dos filhos buscam por apoio por quem já viveu a homossexualidade como foi o caso do pastor.

O pastor tenta explicar a esses pais para não destratarem os filhos nem dizer que eles estão endemoniados. “São pais e mães inexperientes. Assim eu explico que atitudes assim só vão gerar ódio e revolta”, disse Joide.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens