sexta-feira, 29 de abril de 2016

Policia Civil de Paulistana prende filho que mantinha a própria mãe em cárcere privado à beira da morte

mae sofre maus tratos



A Polícia Civil de Paulistana ( 450 km de Teresina), prendeu na tarde de ontem, (16/04/2016), uma pessoa de 52 anos suspeito de está mantendo a própria mãe de 86 anos de idade em cárcere privado à beira da morte no povoado Pinheiro, zona rural de Conceição do Canindé/PI, além dos maus-tratos contra a idosa, e de se apoderar dos proventos da aposentaria da mesma, e ainda possuir arma de fogo e munições dentro da residência. A prisão foi efetuada na residência do acusado, por uma equipe de Policiais Civis da 12ª DRPC de Paulistana – PI.

Segundo informações, o suspeito já vinha sendo monitorado há algum tempo, por assistentes sociais de Conceição do Canindé/PI, sendo nos últimos dias que já se tinha fortes indícios de que a idosa além de está mantida presa dentro da residência, estava em situação de extrema debilidade de saúde, inclusive com o aspecto cadavérico, podendo até chegar a óbito a qualquer momento, segundo o delegado Otony Neto. ´´Ao tomar ciência que o caso era de maior gravidade, reuni a equipe de Policiais Civis, e mais uma assistente social, e partimos rumo ao local de crime, onde nos deparamos com idosa numa situação chocante, desnorteada, com fome e com sede, colocada trancada num local escuro e fétido, momento em que dei voz de prisão ao acusado filho da idosa ´´, comentou o Delegado Regional Otony Neto.

E ainda, de acordo com informações repassadas pela Polícia Civil, o acusado ainda evitava que assistentes sociais visitassem a residência, bem como já se tem prova de que o indivíduo estava se utilizando da aposentadoria da idosa em proveito próprio, fatos tipificados no estatuto do idoso. ´´Tivemos a preocupação de imediatamente acionar o SAMU, para que a idosa fosse levada ao Hospital, posto que a mesma sequer conseguia se locomover, fazendo suas necessidades fisiológicas dentro do quarto em que a mesma estava encarcerada, ´´, comentou o Delegado Otony. E ainda completa, ´´O somatório das penas em dos crimes em tela inviabilizará a soltura do indivíduo, sendo que, caso o Exmo Juiz e o Ministério Público assim entenda, o encaminharemos para a penitenciária ´´, finalizou a Autoridade Policial.

Com informações da 
Polícia Civil

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens