sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Gestante esquecida em ambulância em oficina é indenizada

Foto: Doutíssima
Terra crédito

Uma gestante que foi esquecida dentro de uma ambulância no município de São Jerônimo, no Rio Grande do Sul, terá de ser indenizada em R$ 50 mil. A decisão é do Tribunal Regional Federal da 4ª região, que condenou a União, o Estado e o município a pagarem o valor total à mulher, que passou três horas presa dentro do veículo ainda em 2007. A vítima passava por uma gravidez de risco e chamou socorro para ser encaminhada ao hospital da cidade com urgência, mas o processo não transcorreu como o previsto.

Conforme o relato, a ambulância que levava a gestante teria parado repentinamente, sem que o motorista desse explicações. Depois de três horas, a paciente decidiu deixar o veículo por conta própria, e descobriu que estava sozinha no pátio de uma oficina mecânica na cidade vizinha de Charqueadas. Grávida de oito meses, ela sofria situação de risco devido à hipertensão.

A futura mãe entrou com processo por danos morais. O desembargador Fernando Quadros da Silva apontou em seu voto que “está comprovado que a gestante foi deixada dentro de ambulância esquecida em uma oficina mecânica por ação de agentes do SUS quando deveria ser transportada para um hospital e, portanto, resta configurado o dano moral a ensejar a pretendida indenização". Apesar do susto, a criança nasceu dias depois, sem sequelas.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens