quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Entrada de policiais federais no Congresso Nacional assustam senadores e deputados

Viaturas da Polícia Federal foram estacionadas na entrada do Congresso (Foto: Elielton Lopes)


A fileira de carros hoje cedo na porta do Congresso Nacional (Câmara e Senado) causou receio entre senadores e deputados federais. Muitos que souberam da entrada de agentes federais nas casas legislativa, trataram de evitar ir aos seus gabinetes. A maioria já se deslocou para seus estados.

Mas a operação da PF era para prender quatro policiais legislativos, que estavam trabalhando no serviço de contrainteligência aos parlamentares investigados pele operação Lava Jato. Eles estavam realizando minuciosas varreduras na casa de deputados e senadores alvo das investigações que tiveram instaladas em seus lares escutas autorizadas pela Justiça.

O chefe da Polícia Legislativa, Pedro Ricardo Araújo Carvalho foi preso temporariamente juntos com outros três para que expliquem os serviços de interceptação da escutas e com isso atrapalhavam os serviços de investigações da Lava Jato. Além de cinco mandatos de busca e apreensão, houve ainda o afastamento de função pública.

Os serviços dos agentes legislativos foram feitos em casas de senadores investigados, a exemplo de Edison Lobão, Collor de Mello e Romero Jucá.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens