quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Conheça os 10 piores filmes do século 21

“Caos”, com Jason Statham, está entre os piores escolhidos pelo Metacritic | Divulgação


De listas de melhores filmes o mundo está cheio. Do ano, do século, da história, por gênero ou nacionalidade, tem para todos os gostos. O site Metacritic, que analisa resenhas e críticas de cinema, também divulgou na última terça-feira (7) uma lista com os melhores filmes do século 21. Junto com ela, contudo, surgiu uma outra, ainda mais interessante. Foi elaborado um ranking com os 50 piores filmes do século.

Para chegar a essa lista, o Metacritic avalia as críticas publicadas sobre cada filme e converte-as em um escore numérico de 0 a 100. Na relação dos piores aparecem produções cuja nota vai de 1 a 14. A seguir, mostramos quais foram os chdez primeiros e o que fez conquistarem essas honrosas colocações.

10) Em Maus Lençóis

Danny DeVito foi um dos atores mais legais das décadas de 80 e 90, protagonizando comédias memoráveis desse período como “Irmãos Gêmeos”, “Joga a Mamãe do Trem”, ou vivendo o Pinguim de “Batman: o Retorno”. Depois disso, passou a acumular bomba atrás de bomba. Uma delas é esse filme, no qual faz parte de um trio que tenta se vingar de uma ricaça.

9) A Gostosa e a Gosmenta

Um filme que ganha esse título não tem como ser coisa boa. Aí você vê a sinopse: uma garota desperta a paixão do amigo de infância, mas para ficar com ele exige que arrume um par para a amiga feiosa. Não bastasse tudo isso, a protagonista é a subcelebridade Paris Hilton. Pronto, já deu.

8) Os Pilantras

National Lampoon foi uma famosa revista humorística americana criada na década de 70, que deu origem a uma franquia de filmes que inclui “Férias Frustradas”, com o genial Chevy Chase. A revista acabou em 1998, mas a franquia cinematográfica seguiu viva. Antes tivesse acabado também, evitando fiascos como essa comédia em que dois amigos tentam dar o golpe do baú em irmãs septuagenárias.

7) A Centopeia Humana 3 (Sequência Final)

A Centopeia Humana (2009) se tornou um cult do terror repugnante, ganhando aquela aura marqueteira de “filme mais chocante de todos os tempos” e afins. Tudo devido à premissa bizarra, de um cientista que une várias pessoas pelo sistema digestivo. Se o primeiro já era trash (no mau sentido), imagine as sequências.

6) Strippers

Segundo informações do IMDB, o filme, sabe-se lá por que razão, demorou dez anos para ser lançado. Outra informação curiosa é que, a despeito do título, a história não fala de pessoas que tiram a roupa para viver, mas de um cara que, após perder o emprego, vive um dia de cão.

5) Vulgar

Kevin Smith, de “O Balconista”, produz esse misto de comédia e thriller com uma trama pra lá de esquisita. Um homem ganha a vida como palhaço animador de festas eróticas. Em um de seus trabalhos acaba sendo violentado. Tempos depois, salva uma criança e se torna uma celebridade. É quando arquiteta um plano para se vingar dos algozes do passado.

4) Hillary’s America: The Secret History of Democratic Party

O documentário lançado no ano passado concorre ao Framboesa de Ouro de pior filme de 2016. Dinesh D’Souza se propõe a investigar “a história secreta” do Partido Democrata americano, o que incluiria, entre outras barbaridades, apoio à escravidão e envolvimento com a Ku Klux Klan. Pelo trailer, soa como se Michael Moore desse voz aos sites sensacionalistas e de teorias conspiratórias que pipocam no Facebook.

3) The Singing Forest

Temos um double-double na lista. O panamenho Jorge Ameer, que apareceu na sexta colocação com “Strippers”, também emplacou o terceiro lugar. Um homem acredita ser a reencarnação de um soldado morto na Segunda Guerra junto com sua amante. Ela, por sua vez, teria reencarnado no noivo da filha dele.

2) Paixões Unidas

Nem o elenco de estrelas, com Gérard Depardieu, Sam Niell e Tim Roth, foi capaz de livrar o filme de dividir a primeira colocação, com uma nota 1 do Metacritic. A produção reconstitui a história da Fifa, a entidade máxima do futebol. Bancado pela própria Fifa, o filme foi um dos maiores fracassos de bilheteria da história e ganhou ares de comédia ao ser lançado em meio ao escândalo de corrupção envolvendo a entidade.

1) Caos

Seguramente, você já viu esse filme incontáveis vezes. Policial afastado por indisciplina (Jason Statham) é chamado de volta à ativa para capturar um perigoso assaltante (Wesley Snipes). Mas, para isso, precisa superar as divergências com o novo parceiro (Ryan Phillippe). O resultado final, porém, ficou tão abaixo da média que deu ao filme a nota mais baixa possível do Metacritic.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens