quarta-feira, 7 de junho de 2017

Seis deputados do Piauí que votaram pela reforma trabalhista são patrões



Dos 296 políticos que se posicionaram a favor da reforma trabalhista aprovada na Câmara dos Deputados no dia 27 de abril, 55% (163) são empresários, e a maioria dos 232 que votaram pela aprovação, 193 são patrões, segundo a Agência Pública. Destes, seis dos nove deputados piauienses que votaram favorável à reforma, são empresários, sócios, administradores ou donos de algum negócio.

A reforma prevê a prevalência dos acordos coletivos em relação à lei em pontos específicos, algumas garantias ao trabalhador terceirizado e o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical. O documento cria ainda duas modalidades de contratação: a de trabalho intermitente, por jornada ou hora de serviço, e também o home office.

O texto da reforma trabalhista seria apreciado na terça-feira (23/05) pelo Senado, mas depois de debates acalorados – que culminaram com briga entre os senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Ataídes Oliveira (PSDB-TO) – a tramitação foi interrompida. O projeto ainda precisa passar por duas comissões antes de voltar para a votação no plenário do Senado.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens