segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Além de agredir a filha, jovem empresário ainda partiu pra cima do coronel que reagiu e o matou

Amigas e parentes de Ingredi, filha do tenente coronel de reserva, Walber Guerreiro Pinheiro, informam que o jovem empresário e músico Davi Bugarin, 26 anos, além de espancar a namorada ainda partiu pra bater no militar, dentro da casa dele, no Parque dos Nobres. O tenente coronel ainda não se apresentou à polícia e a filha dele não prestou depoimento.

Segundo uma prima de Ingrid, que estava na casa no momento do crime, o jovem proprietário da Cidade Velha Pub, uma casa noturna no centro Histórico, chegou até a casa da namorada e houve discussão entre eles. Bugarin estava agredindo a namorada quando o militar reformado reclamou e foi empurrado no peito, caindo no sofá.

Walber teria ido até ao quarto e pegou uma arma para em seguida disparar dois tiros contra o jovem. Ele morreu no local, enquanto o militar tratou de sumir.

A filha do militar esteve no IML fazendo corpo de delito e quando foi prestar depoimento, desmaiou na delegacia, sendo levada para o hospital Centro Médico, onde permanece em estado de observação.

Amigos de Bugarin informaram, ao blog que a namorada tinha ciúmes possessivos pelo jovem e que constantemente eles se agrediam.

O tenente coronel chegou a ouvir comentários de que a filha era espancada, mas nunca presenciou as cenas até a noite de ontem. Desde ontem, tanto aqui no Blog quanto nas redes sociais dos oficiais, Walber tem recebido apoios e manifestação de solidariedade por parte dos militares.

“Ninguém sabe qual reação tomará um pai ao presenciar sua filha sendo espancada e ainda mais quando o agressor ainda parte pra cima de você”, disse um deles.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens