terça-feira, 6 de março de 2018

MÁFIA DO CONTRABANDO! Major Rangel faturava R$ 50 mil por mês

Major Luciano Rangel
O inquérito da Superintendência Estadual de Prevenção e Combate a Corrupção (SECCOR), que apura a participação de militares e civis na quadrilha de contrabandistas, apontou que o major Luciano Fábio Farias Rangel faturava R$ 50 mil por mês no esquema.

De acordo com o inquérito da SECCOR, policiais militares subordinados ao major que participaram do esquema recebiam entre seis e dez mil reais.

Luciano Rangel era subcomandante de um batalhão na capital e fazia parte de uma organização criminosa que foi descoberta em uma operação que encontrou em fevereiro deste ano um porto clandestino localizado no Quebra Pote, em São Luís. O local servia para descarregamento de armas, bebidas alcoólicas e cigarros contrabandeados.

No pedido de prisão dos envolvidos, a polícia diz que o major da PM estava na estrada que dá acesso ao porto clandestino com outra pessoa. Ele tinha armamento sem registro e munição, além de binóculos para uso noturno.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens