domingo, 15 de abril de 2018

Delegado diz que Mariano separou roupa para ser enterrado

Médico Mariano
O caso da morte do médico Mariano de Castro segue sendo investigado. Ele foi encontrado morto em casa pela irmã, em Teresina, por volta das 19h de quinta-feira (12).

O médico vinha cumprindo prisão domiciliar, após ter sido alvo da Operação Pegadores, 5ª fase da Sermão aos Peixes deflagrada pela Polícia Federal, que investiga um desvio milionário na saúde pública do Maranhão. Reveja aqui

De acordo com o delegado Francisco Costa, da Delegacia de Homicídios de Teresina, em entrevista ao Portal AZ, a morte foi bem planejada. Mariano usou uma extensão elétrica para cometer o ato e teria separado inclusive uma muda de roupas com a qual queria ser enterrado.

“Para tirar as suspeitas, mandamos realizar todos os procedimentos de perícia. O Instituto de Criminalística foi ao local, realizou uma perícia e as informações preliminares são de que se trata de um suicídio”, explicou o delegado.

Um vasto material foi recolhido pela polícia do apartamento do médico. Computador, notebook, aparelho celular, objetos pessoais e uma carta manuscrita foram apreendidos.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens