quinta-feira, 28 de junho de 2018

Barbaridade! Homossexual morre após ter corpo queimado em Cachoeira Grande

O homossexual identificado como José Ribamar Alves Frazão foi morto com requintes de crueldade no último domingo (24) na cidade de Cachoeira Grande, a 106 km de São Luís, na região do Munim. Ele foi atingido a paulada e, em seguida, teve o corpo incendiado ainda vivo. 
O autor do crime bárbaro, Sílvio Costa de Sousa, foi preso horas depois do ocorrido por uma guarnição da Polícia Militar e encaminhado para Delegacia Regional de Rosário.

De acordo com o Delegado Murilo Tavares, titular da DRR, o crime se deu após a vítima ter oferecido hospedagem para o suspeito, que teria passado alguns dias em sua residência. Nesse intervalo, os dois travaram uma discussão que levou à morte de José Ribamar.

O suspeito foi autuado em flagrante por homicídio qualificado pelo Delegado Leonardo Pereira, que responde pela DEPOL de Cachoeira Grande.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens