segunda-feira, 16 de julho de 2018

Van Damme filmou 'Street Fighter' cheio de cocaína, diz diretor

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A adaptação do videogame Street Fighter para o cinema não foi tarefa fácil. O diretor responsável pela façanha, Steven de Souza, contou em entrevista ao jornal britânico The Guardian que teve de encarar desde um orçamento baixo e mudanças intermináveis no roteiro ao comportamento pouco confiável de sua maior estrela, o astro de luta Jean-Claude Van Damme, 58.

Segundo Souza, Van Damme passava por um grave vício em cocaína quando foi convocado para interpretar o coronel William F. Guile em "Street Fighter - A Última Batalha", lançado em 1994. Ele consumia cerca de 10 gramas por dia da droga e gastava cerca de US$ 10 mil por semana para bancar o vício.

"Eu não podia falar sobre isso na época, mas eu posso agora: Jean-Claude estava fora de si de tanta cocaína", contou o diretor.

Ele afirma que o estúdio chegou a contratar uma pessoa para vigiar o astro belga, "mas infelizmente ele era uma má influência" para Van Damme.

Van Damme faltou a diversos dias de gravação, forçando Souza a caçar cenas que pudesse filmar sem ele. "Eu não podia simplesmente sentar por horas esperando por ele. Em duas ocasiões, os produtores deixaram ele viajar [da Tailândia] até Hong Kong e nas duas vezes ele voltou atrasado. Nas segundas, ele simplesmente não aparecia."

Em seu reality show "Jean Claude Van-Damme: Behind Close Doors", o ator admitiu que passava a maior parte do tempo fora de si nos anos 90. Ele afirma que deixou de usar drogas sem ajuda de reabilitação ou terapias.

Nenhum comentário:
Escreva comentários

REGRAS DE POSTAR SEUS COMENTÁRIOS;

- Comentários que agredirem outras pessoas serão excluidos
- Deixe sua opinião e evite palavras de baixos escalão

Seguidores

Acessos

Postagens